desvio de septo

Cirurgia de desvio de septo: como é feita e como é a recuperação?

Respirar pelo nariz é fundamental para preparar o ar que respiramos para que chegue nas condições ideais aos nossos pulmões para a troca dos gases oxigênio e carbônico. Por isso, quando há qualquer problema que cause uma obstrução nasal, precisamos buscar o auxílio médico. Essa obstrução muitas vezes é causada pelo desvio do septo nasal. A cirurgia de desvio de septo é uma alternativa eficaz de tratamento para pessoas que apresentem essa alteração do nariz. Você conhece esse problema? Apesar de ser uma medida eficaz, não são todos os pacientes que precisam passar pela cirurgia. Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue com a gente até o final do post.

O que é desvio de septo?

O desvio de septo é um problema que pode ter origem na má-formação congênita, mas também por uma falha durante o crescimento na infância e adolescência e até mesmo em decorrência de trauma no nariz . O septo nasal é a parede, o muro, que separa as nossas duas narinas e as cavidades do nariz.  Formado por osso e cartilagem, idealmente esse muro deveria ser reto, mas quando apresenta curvaturas ou tortuosidades, estamos diante de um desvio do septo. Essa deformidade é muito frequente na população em geral e só é considerada um problema se afetar a capacidade do paciente de respirar adequadamente pelo nariz. Além da obstrução nasal, pacientes com desvio de septo apresentam maior chance de desenvolver sinusite aguda, sangramentos nasais recorrentes, redução do olfato e secreção nasal. Quando o paciente apresenta queixas clínicas associadas ao desvio septal a cirurgia é uma excelente opção de tratamento com bons resultados a curto, médio e longo prazo.

Como é a cirurgia de desvio de septo?

Na maioria dos casos, a avaliação é realizada pelo otorrinolaringologista que verifica o quadro do paciente e analisa o interior das suas narinas. Para confirmar a necessidade cirúrgica, pode ser feita a nasofibroscopia. Esse exame é uma endoscopia nasal que permite a visualização do interior da cavidade nasal. A recomendação é que a cirurgia seja feita após os 16 anos de idade. Após essa idade o desenvolvimento do crânio está próximo do definitivo para a vida adulta. Mas isso não é uma regra: pacientes com desvios muito intensos e sintomas igualmente impactantes podem ser submetidos ao procedimento quando mais jovens, até mesmo em crianças. A cirurgia é realizada sob anestesia geral para garantir maior segurança e conforto ao paciente durante o ato. Nos dias atuais o procedimento é realizado com o auxílio de um endoscópio. Dessa forma, o cirurgião consegue visualizar toda a extensão do septo nasal e realizar as correções necessárias. Durante o procedimento, é feito um corte dentro do nariz, na mucosa que envolve o septo nasal. Em seguida, essa mucosa é deslocada do osso e cartilagem em ambos lados e é retirada uma área em que há o desvio do septo. Logo, não há cicatriz ou qualquer machucado visível externamente.

Como é o pós-operatório?

A cirurgia tem duração variável dependendo da complexidade do desvio septal. O paciente geralmente tem alta no mesmo dia ou no dia seguinte à realização do procedimento. No pós-operatório, é recomendado repouso por uma semana, bem como evitar exposição ao sol e calor. A recuperação integral do paciente com liberação para atividades físicas acontece até 30 dias após a cirurgia. Em alguns pacientes é utilizado uma pequena placa de silicone apoiada ao septo nasal que é chamada de Splint. A retirada do splint é simples e realizada no consultório no primeiro retorno após a cirurgia. Como você percebeu, a cirurgia de desvio de septo é um procedimento simples e de recuperação rápida. Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho com otorrinolaringologia em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp