amigdalite

Amigdalite: como prevenir e tratar

A amigdalite é o processo inflamatório das amígdalas. Você conhece essas estruturas do nosso corpo? Sabe para que servem e como prevenir o problema?

Acompanhe este texto para aprender tudo que precisa sobre o assunto.

O que é a amigdalite?

A inflamação dos gânglios linfáticos que ficam na lateral da garganta recebe o nome de amigdalite. A principal responsabilidade das amígdalas é proteger o corpo da entrada de micro-organismos capazes de desenvolver uma infecção.

Essa inflamação pode acometer pessoas de qualquer idade e sua ocorrência é mais comum no inverno. Isso se dá em virtude de termos, nessa época, altos índices de ar seco e uma maior concentração de pessoas em ambientes fechados.

Dentre os sintomas mais comuns da amigdalite estão a presença de placas brancas ou amareladas nas amígdalas e dor na região, reconhecida por muitos como “dor de garganta”. Além disso, também é comum que pacientes apresentem dor de cabeça, dificuldade em ingerir alimentos, febre, mau hálito e vermelhidão ou inchaço nos gânglios.

O que pode causar essa inflamação?

As causas da amigdalite estão relacionadas aos agentes que a provocaram. Em síntese, classificamos a amigdalite por sua causa em dois grupos:

  • Amigdalite bacteriana: assim como o nome indica, é causada por bactérias. Estreptococos e Pneumococos são as bactérias mais comuns nesses casos;
  • Amigdalite viral: é a mais comum. Possui um diagnóstico mais lento, por isso, acaba sendo mais demorada na sua identificação.

Quando diagnosticada, a amigdalite pode ser classificada em dois tipos:

  • Aguda: é o nome dado quando a infecção têm duração de até três meses;
  • Crônica: é a classificação dada às infecções com duração maior que três meses ou que se manifeste com recorrência no paciente.

Apesar de ser possível que pessoas de qualquer idade sofram com essa patologia, crianças e pré-adolescente são os alvos mais frequentes. Isso acontece porque o sistema de defesa ainda não está plenamente desenvolvido.

Como é o tratamento da amigdalite?

A base do tratamento da amigdalite é o uso de medicamentos para combate do agente causador. Em casos mais simples da doença, pode haver a prescrição de anti-inflamatórios. Em casos provocados por bactérias, o uso de antibióticos é necessário.

Somente em casos crônicos ou recorrentes a cirurgia de retirada das amígdalas é recomendada. Esse procedimento é chamado de amigdalectomia e é de baixa complexidade. Geralmente, o paciente tem alta no mesmo dia.

O que fazer para se prevenir das crises de amigdalite?

A prevenção da doença passa pela adoção de alguns cuidados simples na sua rotina e pela eliminação de maus hábitos. Dentre as recomendações mais comuns estão: lavar as mãos constantemente, não compartilhar itens de uso pessoal, alimentos ou copos e evitar fumar. Além disso, podemos acrescentar: não permanecer em ambientes climatizados por muito tempo e manter-se sempre hidratado.

Apesar de não oferecer riscos graves à saúde do paciente, a amigdalite produz sintomas desagradáveis, que afetam a qualidade de vida das pessoas.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho com otorrinolaringologia em São Paulo!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe